Thursday, April 17, 2008

Chanson d'amour

Ela o aguarda com um certo ar distante, típico das amantes parisienses, que sabem esconder como ninguém a angústia da espera e a ansiedade pelo beijo...Ao fundo, a voz da diva entoa o canto dos apaixonados...

La Vie en Rose
Edith Piaf

Des yeux qui font baiser les miens,
Un rire qui se perd sur sa bouche.
Voila le portrait sans retouche,
De l'homme auquel, j'appartiens,

Quand il me prend dans ses bras
Il me parle tout bas,
Je vois la vie en rose...

Olhos que fazem baixar os meus
Um riso que se perde em sua boca
Aí está o retrato sem retoque
Do homem a quem eu pertenço

Quando ele me toma em seus braços
Ele me fala baixinho
Vejo a vida cor-de-rosa...

2 comments:

santa mistura said...

sempre tudo lindoooooo!!!!!!!
parabens nice!!!

Anonymous said...

hummm...gostoso...por que sempre se gosta de Paris depois de uma determinada idade? acho q estamos ficando prontas...rs...lindo...beijos, mo